8/Críticas

segunda-feira, 20 de junho de 2016

Resenha - Rangers Ordem dos Arqueiros - Ruínas de Gorlan

Com o anunciamento do filme da série de Rangers, a Editora Fundamento cedeu para o Sérienema o primeiro livro da saga dos arqueiros, o primeiro livro com uma narrativa comum infelizmente não foge do normal.


O livro conta a história de Will, que tem sua vida mudada após escolher seu destino na Escola de Guerra (lugar onde os jovens devem escolher o seu futuro). Tudo funciona da seguinte forma: ma vez por ano, ocorre a escolha, que é onde a pessoa tem que escolher o que quer ser. Chega o dia. e a pessoa fala para onde deseja ir, daí aquele responsável pelo lugar que a pessoa escolhe, fala se permite a entrada do sujeito..

É claro que como não poderia deixar de ser, Will não é aceito em nenhuma escola, até que a escola decide e lhe honra como um aprendiz de arqueiro. A partir de agora, Will muda de lar e começa a ser um aprendiz de arqueiro. Daí que surge toda a história do livro. Halt, seu superior, tem que lhe ensinar a como ser um arqueiro, táticas, formas de luta e etc.

História: a história de Rangers é um pouco superficial. Nós não temos umas das melhores histórias, aquela que te surpreende do começo ao fim. Mas ela é bem aproveitada. O autor sabe como alonga-la sem deixa-la entediante e fazer com o leitor pare e não leia de novo.

Personagens: eu também não tenho muito o que falar, os personagens das histórias são bem complementares. Mas deixa a desejar. Temos personagens cativantes mas alguns ao mesmo tempo "chatos" e que são um pouco desnecessários. Will como personagem principal do livro não chama muita atenção, ele tem diálogos "pequenos" e respostas como sim e não. Um dos personagens que mais gostei foi Halt, aquele durão, que nunca sorri. Outro personagem que podemos ressaltar aqui é o Horace, um jovem garoto, inteligente que vai para a Escola de Guerra e tem um grande problema com três garotos, e quase o livro todo sofre bullying.

Essa questão de sofrimento de um certo personagem ficou muito bem relatada na história. Algumas páginas do livro são destinados a história dele. Inclusive tem uma cena em que Halt e Will fazem com quê esses opressores paguem por tudo já feito com Horace.

Temos lutas presentes no livro, uma delas é quando o caráter de Will é posto a prova contra um porco selvagem. A cena final também é bem intensa, mas é bem rápida. Em termos do modo de visão do protagonista.

A maior parte do livro nos mostra o treinamento do Will, que na verdade não é muito explorada. O livro nos mostra mais de uma amizade. Que faz o leitor apreciar mais a história. Rangers é um livro que deixa muito a desejar, infelizmente esse primeiro volume é mais uma história comum, de um frágil jovem que te sua vida mudada após seguir um destino diferente dos outros, é como várias histórias já vistas hoje. Mas claro que o livro possui seus pontos positivos. Temos uma bela de amizade, uma luta final empolgante, um tom leve que não deixa  o leitor entediado.

No final de tudo, é uma história mediana com um tom leve e que deixa o leitor  muita a desejar.

Nota: 2 de 5.
Share This
Nenhum comentário:

404

We Are Sorry, Page Not Found

Apologies, but the page you requested could not be found.

Home