8/Críticas

quinta-feira, 16 de março de 2017

3%, primeira produção brasileira da Netflix, se torna a série de língua não-inglesa mais vista nos EUA


3%, a primeira série original brasileira da Netflix é sucesso nos Estados Unidos! Sim, foi revelado pela própria plataforma de streaming que 3% é a série de língua não-inglesa mais assista nos EUA.

A Netflix divulgou em um comunicado oficial comemorando o grande feito da série:

A primeira série original brasileira da Netflix pode ser considerada parte do seleto grupo de produções nacionais que impactaram públicos globais. 

E não é só nos Estados Unidos que a série brasileira faz sucesso não, os assinantes da Austrália, Canadá, França, Itália, Coreia do Sul e Turquia e outros países já viram como funciona o Processo para ir para o Maralto.

O vice-presidente de Originais Internacionais da Netflix, Erik Barmack disse que todo o elenco, produtores e diretores entregaram uma ótima narrativa que traz uma "dinâmica da sociedade ao colocar os personagens em um processo de sobrevivência".

Os incríveis produtores, diretores e elenco brasileiros de 3% construíram uma série atraente que questiona a dinâmica da sociedade ao colocar os personagens em um processo de sobrevivência cruel para chegar ao ‘outro lado’, e isso criou uma empatia com públicos do mundo todo. O sucesso da série em todo o mundo nos levou a confirmar a segunda temporada assim que a série foi lançada. A série foi amplamente vista fora do Brasil em diversos países, o que nos mostra que há sempre um público para uma grande narrativa, seja com conteúdo produzido nos Estados Unidos, Brasil, Singapura, Austrália, Índia ou no Oriente Médio.

Bom, a renovação já havia sido confirmada, mas agora você pode ouvir do próprio vice dos originais internacionais da Netflix: 3% está renovada para a 2ª temporada!

A primeira temporada da série já está disponível na Netflix e a segunda ainda não teve sua data de estreia revelada. Ansioso?
Labels
Share This
Nenhum comentário:

404

We Are Sorry, Page Not Found

Apologies, but the page you requested could not be found.

Home