8/Críticas

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Transformers: O Último Cavaleiro - vale inventar de tudo para continuar ganhando dinheiro em cima do público?


No quinto filme da franquia Transformers, acompanhamos os acontecimentos logo após a produção anterior, mas só que agora com uma pegada mais histórica, relacionando essas criaturas alienígenas com figuras conhecidas da literatura como o mago Merlin, Rei Arthur e os cavaleiros da távola redonda. Esses fatos do passado aliados à personagens mal intencionados do presente, acabaram resultando numa grande ameaça com proporções catastróficas para a humanidade (uma boa sacada dessa vez foi explicar que a magia utilizada por Merlin é oriunda da tecnologia extraterrestre trazidas com os Transformers da época).


Como sempre, o ponto forte da saga são as sensacionais cenas de ação envolvendo os grandões e um dos pontos negativos é a longa duração dos filmes, que desde os primeiros longas, chegam a cansar em alguns momentos. Dessa vez a apresentação de novos personagens dá um ar de novidade e dois novos robôs em específico, se assemelham muito com C-3PO e R2-D2 (funcionando na mesma dinâmica que em Star Wars). Por falar em outros filmes, o casal protagonista da trama se envolve na resolução de um grande mistério da história, parecendo muito com O Código Da Vinci, só que agora com carros robôs de plano de fundo. 


Mesmo que esforçado, Mark Wahlberg já desde o filme anterior mostrou que não possui o mesmo carisma de Shia LaBeouf e não sustenta a franquia como fazia o jovem ator nos três primeiros. Somado a isso, somos forçados a engolir um romance sem sal entre o personagem de Mark e a principal personagem feminina (formam um casal muuuuuito sem graça). O filme tenta trazer algo novo e diferente de tudo o que já foi feito nesse universo, porém passa uma impressão de uma história batida e que não consegue empolgar muito. Dá para se divertir descompromissadamente, porém o ápice final da narrativa chega a ser uma total confusão visual (exagerado demais).

Share This
Nenhum comentário:

404

We Are Sorry, Page Not Found

Apologies, but the page you requested could not be found.

Home