8/Críticas

quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

Extraordinário - Não julgue um livro/menino pela capa/cara


Extraordinário conta a história de um menino de 10 anos que nasceu com algumas deformidades no rosto e utiliza um capacete similar ao de um astronauta para esconder-se dos olhares do mundo. O garoto mora com os pais, uma irmã e um cãozinho, e usando as palavras dos próprios personagens, podemos descrever a vida da família assim: Auggie é um sol, centro da vida deles, e os familiares são os astros que sempre estão ao seu redor. Após realizar diversas cirurgias corretivas, ele deixa as aulas lecionadas em casa pela mãe para enfrenta o novo desafio de ir para a escola pela primeira vez em sua vida. Lá, três colegas são designados pelo diretor para apresentar as instalações e ajudar em tudo o que for necessário. 
 


A partir daí grandes amizades vão nascendo (um dos pontos mais bacanas do filme) e, inevitavelmente, o bullying acaba aparecendo também (bate uma certa raiva nesses momentos, mas o rumo da vida acaba se encarregando de dar uma lição). Além de mostrar as dificuldades e alegrias na vida de Auggie, o filme destaca momentos bem específicos para abordar os pontos de vista daqueles que o cercam (inclusive o nome dos personagens aparecem um uma tela preta entre as cenas para demarca-las bem): a irmã mais velha, a misteriosa amiga da irmã, o novo melhor amigo da escola, entre outros (nesses momentos, algumas vezes a história volta no início para termos a visão dos outros indivíduos para os mesmos fatos). 


O filme aborda os temas com muita naturalidade e delicadeza, utilizando inclusive momentos de humor para tirar o clima de seriedade das situações (inclusive foi possível notar as pessoas chorando ao meu redor no cinema). O elenco inteiro, sem exceções, dá um show de interpretação, transmitindo um clima de aconchego para o espectador que conseguem emergir na história com uma tremenda facilidade. Além das diversas lições de vida que o filme deixa, fica a grande mensagem de que todos somos excepcionais e que devemos encontrar nossa grandeza!

Observação: Auggie é muito fã de Star Wars e grandes referências da saga são frequentes durante todo o longa-metragem. 

Share This
Nenhum comentário:

404

We Are Sorry, Page Not Found

Apologies, but the page you requested could not be found.

Home