8/Pantera Negra

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Sobrenatural: A Última Chave - nada grande mas um filme digno para a franquia



A história de Sobrenatural: A Última Chave dessa vez é focada totalmente na personagem Elise Rainier, aquela senhora sensitiva presente no primeiro filme da saga. Agora a trama ficou um pouco mais pessoal para ela, pois se vê agora na missão de atender um chamado de uma casa com problemas sobrenaturais, que nada mais é do que o seu lar na infância.

A trama segue a dinâmica de mostrar o caso que acontece em 2010 (antes do filme original), intercalando com cenas da infância e adolescência da protagonista. Sobrenatural traz aquelas tradicionais cenas de susto da maioria dos longas de terror, mas já no segundo ato consegue entregar uma grande e inesperada surpresa para o espectador.

Imagem relacionada

Um ponto que chama bastante a atenção aqui também, é o personagem maligno com dedos de chave que consegue calar suas vítimas "trancando" sua voz ao colocar uma chave por sua garganta, conseguindo até mesmo atingir seu coração. Já os personagens que interpretam os ajudantes dessa senhorinha simpática, estão ali para serem o alívio cômico da história, porém não consegui ver graça nenhuma em suas piadas.

Resultado de imagem para insidious the last key pictures villain

A trama consegue se aprofundar cada vez mais no seu desenrolar, conseguindo prender a atenção e entregar um desfecho bem coeso para narrativa. Como já esperado, A Última Chave não chega a revolucionar a indústria cinematográfica do terror, porém apresenta um filme muito digno para a trajetória que a saga já traçou até então.

Share This
Nenhum comentário:

404

We Are Sorry, Page Not Found

Apologies, but the page you requested could not be found.

Home